CLINONCO - Clínica de Oncologia Médica

Endereço : Av. Nove de Julho. Nº4634/4644 - SP
  Contato : (11) 3068-0808

Como prevenir câncer? Adotes essas 7 atitudes importantes

Colaboração de Natalia Fernandes Garcia de Carvalho, mestre em Ciências

Câncer é uma doença potencialmente grave e infelizmente muito frequente. Para se ter uma ideia, em 2016 aproximadamente 200 milhões de pessoas no mundo eram portadoras de tumores malignos. Portanto, é essencial adotar medidas para prevenir câncer. Entenda:

Causas de câncer

Muitas são as causas conhecidas do câncer, que estão frequentemente relacionadas com hábitos (sedentarismo, alcoolismo, tabagismo), alimentação (alimentos processados, defumados e carne vermelha grelhada), infecções (hepatites, HPV e HIV), poluição ambiental (radônio, poluição industrial, acidentes radioativos), exposições a substâncias particularmente tóxicas (radioatividade, amianto, tabaco, radiação ultravioleta solar e plástico) e herança familiar. Boa parte dos canceres, contudo, se inicia por erros celulares independentes de outras causas, isto é, pelo acaso.

Uma vez originado o câncer, inúmeros processos ocorrem que levam o tumor ao seu crescimento até ser sentido pelo paciente ou poder vir a ser detectável por exames.

Se não tratado, pode levar o paciente a morte. Sabemos que quanto mais longo for o tempo de evolução do câncer ou quanto maiores forem as dimensões que tiver atingido, em geral, menores são as probabilidades de sucesso do tratamento.

Como prevenir câncer?

Portanto, para uma pessoa não vir a sucumbir, as estratégias a serem empregadas para prevenir câncer incluem:

1. Atividade física regular e vigorosa, sempre adequada às condições de saúde e faixa etária;

2. Impedir que o estilo de vida ou o contato com substâncias tóxicas possam vir a iniciar um câncer;

3. Imunização ou isolamento contra os vírus causadores de câncer;

4. Fazer uso de protetores solares, alimentos protetores (frutas, legumes e verduras frescas) e eventualmente medicações;

5. Aconselhamento genético em casos de reconhecido histórico familiar de câncer;

6. Realizar consultas e exames anuais a médicos das principais especialidades;

7. Havendo o câncer, buscar tratamento precoce para aumentar a probabilidade de cura.

Um exemplo de muitos dos fatores acima citados é o caso do câncer do colo uterino, doença frequentemente provocada pelo vírus HPV. A higiene íntima, proteção durante o ato sexual e vacinação contra o HPV reduzem significantemente os riscos de desenvolvimento. Contudo, mesmo que a doença tenha se iniciado e evoluído, a realização de exames vaginais frequentes permite um diagnóstico suficientemente precoce a ponto de se obter sucesso terapêutico completo, usando as armas tradicionais de cirurgia, radioterapia e quimioterapia.

Dentro do que a medicina reconhece hoje, a prevenção do câncer inclui todos os passos que citamos acima, isto é, evitar o câncer propriamente dito (assim chamada prevenção primária) ou diagnosticá-lo em momento precoce antes que as consequências de sua evolução sejam irreversíveis (prevenção secundária).

Uma atitude saudável deverá incluir uma discussão com seu médico, nutricionista e educador físico sobre o estilo de vida mais saudável, alimentação mais adequada e atividade física mais recomendável, bem como a possível inclusão de um oncologista ou geneticista se ficarem caracterizados riscos familiares elevados. Neste caso em particular, o uso de medicamentos também pode desempenhar papel de relevância para prevenir câncer.

 

Fonte: Dr. Artur Malzyner é médico Oncologista e Consultor Científico da CLINONCO – Clínica de Oncologia Médica, Médico Oncologista do Hospital Israelita Albert Einstein.

 

Acesse o link do Portal Ativo Saúde: https://www.ativosaude.com/especialistas/prevenir-cancer/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *