CLINONCO - Clínica de Oncologia Médica

Endereço : Av. Nove de Julho. Nº4634/4644 - SP
  Contato : (11) 3068-0808

Conheça 7 fatores que ajudam a prevenir o câncer

Estima se que anualmente 14 milhões de casos de câncer e 8 milhões de mortes por câncer ao redor do mundo.  Exames de screening e prevenção podem reduzir a mortalidade por detectar a doença em estágios iniciais ou prevenir a ocorrência novos casos, já que 50 % dos casos de câncer podem ser prevenidos.

Os principais fatores de risco relacionados ao desenvolvimento da doença oncológica são: tabagismo, alimentação não saudável e excesso de peso, ingestão de bebidas alcoólicas, exposição ambiental ao sol, radiação ou agentes cancerígenos e infecção.

O cigarro atua em múltiplas etapas da carcinogese e o habito de fumar implica no aumento da incidência de diversos tumores como câncer de pulmão, cavidade oral, laringe, faringe, esôfago, bexiga entre outros.

O controle do peso e a atividade física acima de 3,5 horas por semana diminui o numero de casos novos e a mortalidade por câncer e outras doenças cardiovasculares.

Uma dieta saudável rica em frutas, vegetais, grãos e cereais e com baixo consumo de gorduras, carne vermelha, carnes processados e embutidos como salsicha, linguiça e mortadela ; também é fator protetor para alguns tipos de câncer.  Evitar o consumo excessivo de bebidas alcoólicas também reduz o risco de câncer de fígado, orofaringe, esôfago, laringe e reto.

As infecções por vírus podem aumentar a chance de uma pessoa desenvolver um câncer, entre eles: Vírus da Hepatite B e C e o hepatocarcinoma, HPV e o câncer colo de útero de câncer de cabeça e pescoço, H. pilory e o câncer gástrico e o HIV e o sarcoma de Kaposi, sendo assim é importante a vacinação preconizada para Hepatite B e HPV e o uso de métodos anticoncepcionais de barreira.

O câncer de pele é o mais frequente de todos os casos de câncer registrados no Brasil e a principal causa da doença é a exposição solar nos horários de alta radiação, entre as 10 e 16 horas.

Para uma prevenção e um diagnostico precoce é importante: a prática de atividade física associado a uma alimentação saudável, evitando o excesso de peso e a obesidade; não fumar e limitar o consumo de bebidas alcoólicas, evitar exposição ao sol ou radiações e praticar sexo seguro; além de realizar os exames de rotina para câncer mama, colo de útero e intestino.

 

Fonte: Dra. Lilian Carrano de Albuquerque

 

Saiba mais:

Zika destrói câncer em novo estudo e desponta como possível tratamento

Alimentação saudável

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *